Financiamento: solução ou problema?

Eu diria que depende. Mas depende de quê? De vários fatores internos e externos ao negócio. Quantos proprietários de empresas, ao primeiro sinal de que as coisas não vão indo bem, associam imediatamente esta situação a falta de capital de giro, e correm a procura de financiamento junto ao Banco do qual é correntista, e quando não tem conta, procuram mesmo é um agiota, como se essa seja a solução para que ele possa finalmente ver a cor do dinheiro. Pode até ser, mas antes de se chegar à conclusão é necessário levantar as reais causas deste aperto financeiro, a começar por responder algumas perguntinhas:
* Estou comprando bem a minha mercadoria?
* Realizo uma boa negociação com os meus fornecedores?
* Como está o nível do estoque dos meus produtos?
* Qual a relação entre o prazo de pagamento e o prazo de recebimento?
* Estou reinvestindo parte do meu lucro no negócio?
* Será que não estou misturando as minhas despesas pessoais com as da empresa?
* Qual o nível de comprometimento dos meus funcionários?
* A missão da empresa é clara?
* Que gastos eu posso cortar sem que impacte no bom funcionamento da empresa?
Se você conseguir encontrar as respostas para estas e outras indagações, com certeza vai pensar duas vezes antes de buscar empréstimo junto aos Bancos, porque da mesma forma que o crédito, se bem aplicado, pode proporcionar saltos qualitativos nos negócios, por outro lado também pode levar a sua empresa a um túnel sem saída, quando utilizado inadequadamente. Então, saiba que esta fotografia do empreendimento é indispensável antes de qualquer iniciativa. Seja para levantar as reais necessidades de um financiamento, como também para que se possa adotar estratégias importantes que venham tirar a empresa do sufoco.
Após este levantamento inicial, se for realmente comprovada a necessidade de empréstimo, aí sim, é hora de dar o próximo passo, que é a busca de informações sobre os Bancos que oferecem condições mais favoráveis e quais as linhas de crédito se adequam melhor a sua realidade. Esta é uma medida importante, pois trará maior segurança durante as demais etapas do processo.
Fonte: Visão do Empreendedor - Juniar Ellyan é Economista e Analista Técnca do Sebrae/CE

Investor